Logomarca do evento

Mapa apresenta desafios e estrutura da pasta no Congresso de Gestores da Agropecuária

Mark CastroDiante dos novos desafios no setor agropecuário, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) reorganizou a estrutura e definiu quatro prioridades estratégicas: agropecuária sustentável, governança fundiária, defesa agropecuária e inovação agropecuária. As mudanças foram apresentadas pelo assessor especial da pasta Christian Schneider, em palestra no Congresso Brasileiro de Gestores da Agropecuária (CBGAP) na manhã desta terça, 5 de novembro. O evento é promovido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), com o apoio de parceiros, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB) de 5 a 7 de novembro.

Toda a estrutura do ministério, segundo Schneider, foi reformulada visando à resolução de diagnósticos encontrados. Os desafios incluem, por exemplo, crédito rural insuficiente e concentrado, problemas de infraestrutura de transporte e perda de participação no mercado internacional. Para desenvolver o setor, uma das ideias levadas pelo assessor é a integração entre os Entes. "Precisamos do compartilhamento de funções entre a União, os Estados e vocês, gestores municipais", falou no Congresso.

Com as limitações para aumentar a produtividade no Brasil, Schneider destacou que é fundamental investir em inovação, pesquisa e ciência e tecnologia. “As pessoas no meio urbano não têm ideia da dificuldade que é produzir e viver na área rural”, acrescentou. Ele destacou ainda que, embora as pessoas tenham uma percepção diferente, a legislação ambiental no país é rigorosa.

Assim, o ministério entende que há uma grande necessidade de criar mecanismos que possam compensar o produtor para que mantenha a preservação do meio ambiente. Nesse sentido, a pasta apresentou como agenda estratégica, entre outros pontos, a implementação do Código Florestal, com a implementação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e do Programa de Regularização Ambiental (PRA), além de medidas de compensação ambiental.

Segurança fundiária
O número de estabelecimentos rurais no Brasil caiu de 5,176 milhões em 2006 para 5,072 milhões em 2017, segundo dados apresentados no painel. O assessor defendeu que é preciso, entre outras ações, oferecer maior segurança aos produtores rurais, com o reconhecimento oficial, escriturado, pela posse da terra.

Ainda de acordo com as informações apresentadas no Congresso, 28% dos assentamentos estão ociosos. “Onde há, portanto, uma oportunidade de conseguirmos inserir produção”, ponderou. Schneider ressaltou que isso é muito importante, uma vez que há dificuldade de ampliar território para consequente aumento de produtividade.Mark Castro

A concentração de produção também foi apontada como uma questão a ser solucionada. “Praticamente 85% dos estabelecimentos rurais produzem somente 8% do total”, pontuou o palestrante. A participação do Brasil no comércio local é outro ponto que tem a atenção no Mapa. “Ainda somos líder no mercado de carnes, mas nossa participação vem reduzindo”, disse. A pasta acredita que, com a nova abertura do mercado para proteínas animais, particularmente com a China, o país tem uma janela de oportunidades para crescer.

“Vamos atingir os objetivos se conseguirmos equilibrar sustentabilidade, rastreabilidade e inocuidade com acessibilidade e quantidade e qualidade”, finalizou o assessor especial. A prefeita de São Bento do Una (PE), Débora Almeida, representou a CNM no painel e destacou o papel dos Municípios no incentivo à produção local: “Achei interessante que o Ministério trouxe a importância de olhar para o produtor como um parceiro”.

CBGAP
Esta é a primeira edição do Congresso Brasileiro de Gestores da Agropecuária. O encontro tem como tema É nos Municípios que se produz o desenvolvimento. São parceiros na realização do evento o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA), além do apoio institucional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Mais informações estão disponíveis no portal do CBGAP.

Por Amanda Martimon
Foto: Marck Castro / Agência CNM
Da Agência CNM de Notícias

Apoio institucional:
Sebrae
Patrocínio:
Banco do Brasil
Realização:
Organização:
Agência oficial:
Apoio:

Local do evento:
CICB – Centro Internacional de Convenções do Brasil
Setor de Clubes Esportivos Sul Trecho 2 Cj 63, Lote 50 - Asa Sul - Brasília/DF
Veja aqui no mapa

base do rodapé